GO - (62) 3945-1020 / GO - (62) 9928-0078

Doença do Refluxo Gastroesofágico – DRGE

A doença do refluxo gastroesofágico ou DRGE ocorre quando o conteúdo do estômago extravasa de volta para o esôfago.
Quando o ácido refluído do estômago toca a parede do esôfago, ele causa uma sensação de queimação no tórax ou garganta denominada pirose (azia). Este refluxo de conteúdo ácido, pode levar a esofagite, que é classificada conforme a sua gravidade e a formação do Esôfago de Barrett, que pode predispor a câncer da parte final do esôfago.

Quais os sintomas da DRGE?

Os principais sintomas de DRGE são azia (dor e queimação atrás do peito) persistente e regurgitação de ácido. Algumas pessoas têm DRGE sem azia. Ao invés, elas apresentam dor no tórax, rouquidão pela manhã ou dificuldades para engolir. Você pode sentir como se tivesse comida engasgada na sua garganta ou como você estivesse afogado ou sua garganta apertada. A DRGE também pode causar tosse seca e mau hálito.

 

DIAGNÓSTICO


Endoscopia:
 o exame compreende a inserção de um tubo flexível com iluminação e uma microcâmara na ponta, o qual é introduzido pela boca em direção ao estômago. Assim pode-se ver diretamente eventuais lesões (por exemplo a inflamação do esôfago decorrente do refluxo – a “esofagite”). O exame, para maior conforto, é feito geralmente sob sedação.

Manometria e pHmetria esofágicas: estes exame envolvem a inserção de um pequeno tubo flexível através do nariz em direção ao esôfago e estômago, com o objetivo de medir as pressões e a função do esôfago. Com o exame, o grau do refluxo de ácido pode ser medido. É indicado em alguns casos, como por exemplo naqueles com má resposta ao tratamento, no caso de manifestações atípicas.
CAUSA

Uma hérnia de hiato pode contribuir. A hérnia de hiato ocorre quando o estômago sai da sua posição normal e não consegue fechar a “válvula” que fica dividindo com o esôfago. Desta forma, ela fica aberta, facilitando o retorno (refluxo) dos alimentos.
Outros fatores que podem contribuir para a DRGE incluem:
ingestão de bebidas alcoólicas
sobrepeso
gravidez
fumo
Certas comidas também podem estar associadas com eventos de refluxo, como:
Frutas cítricas
Chocolate
Bebidas com cafeína
Frituras e comidas gordurosas
Alho e cebola
Essências de menta
Alimentos apimentados
Comidas baseadas em tomate, como molho de espaguete, pimenta e pizza
Bebidas gasosas que contém cafeína
Chocolate e hortelã
Evitar se alimentar 2 a 3 horas antes de se deitar também pode ajudar.


Quais são os tratamentos para DRGE?

Dependendo da gravidade da sua DRGE, o tratamento compreende uma ou mais das seguintes alterações do estilo de vida, medicamentos ou cirurgia.
Alterações do estilo de vida:

Se você fuma, pare
Não tome bebida alcoólica
Emagreça, se necessário
Faça refeições pequenas
Vista roupas bem folgadas
Evite deitar-se até 3 horas após uma refeição
Eleve a cabeceira da cama cerca de 15 a 20 centímetros, colocando blocos de Madeira debaixo dos pés da cama. O uso de travesseiros extras não ajudará.

Medicamentos
Seu médico pode recomendar o uso de antiácidos quando necessário, ou medicamentos que interrompem a produção de ácido ou ajudam os músculos que esvaziam seu estômago. Ele é a melhor fonte de informação de como utilizar os medicamentos para DRGE.

Cirurgia

A cirurgia é uma opção quando os medicamentos e alterações do estilo de vida não deram resultado. A cirurgia pode ser também uma opção razoável para o desconforto e a necessidade de tomar medicamentos por toda a vida.


GASTRITE

A gastrite é uma condição na qual o revestimento do estômago – conhecido como mucosa – está inflamado.

GATRITE EROSIVA

A gastrite erosiva é um tipo de gastrite que muitas vezes não causa inflamação significativa mas faz uma lesão superficial do revestimento do estômago. A gastrite erosiva pode causar sangramento, erosões ou úlceras.

O QUE CAUSA A GASTRITE

A infecção pelo Helicobacter pylori (H. pylori) causa a maioria dos casos de gastrite crônica não erosiva.A Transmissão ocorre através de água ou alimentos contaminados. A causa mais comum de gastrite erosiva é o uso prolongado de antiinflamatórios não-esteróides (AINEs) como aspirina e ibuprofeno. Os alimentos como o café , frituras ,refrigerantes e frutas ácidas ,pioram os sintoma de quem tem gastrite e devem ser evitados ,assim como o cigarro e bebidas alcóolicas. Mas, tem outros alimentos que podem causar os sintomas , para isso é importante que cada pessoa individualize e procure relacionar os sintomas com os alimentos ingeridos.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DE GASTRITE 

Dor ou desconforto no abdome, sensação de estômago cheio mesmo ingerindo poucos alimentos,  náuseas e vômitos . A gastrite erosiva pode causar úlceras ou erosões no revestimento do estômago que podem sangrar.

COMO É DIAGNOSTICADA A GASTRITE?

O exame mais importante para o diagnóstico de gastrite é a endoscopia com uma biópsia do estômago.
COMO E TRATADA A GASTRITE?

Os medicamentos que reduzem a quantidade de ácido no estômago podem aliviar os sintomas que porventura acompanhem a gastrite e promover a cura do revestimento do estômago. A dieta dos chamados irritantes gástricos, são importantes para diminuir o desconforto no estômago.


Helicobacter pylori

O que é  Helicobacter pylori?

Helicobacter pylori (H. pylori) é uma bactéria que é encontrado na mucosa que reveste o estômago humano e tem sido associado com diferentes doenças digestivas .O microrganismo tem sido verificado, em diferentes partes do mundo, em 50% ou mais da população mundial.

Como nos infectamos?

A infecção por H. pylori  é adquirida predominantemente na infância,  antes dos 10 anos de idade. O baixo nível sócio-econômico e suas consequências naturais, como más condições de habitação e higiene, são hoje considerados o principais facilitadores para aquisição da infecção pelo H. pylori.
A transmissão parece ocorrer de pessoa a pessoa ou por material contaminado por elas ,que poderiam ser ingeridos e transmitir a infecção.

 

Que doenças a bactéria pode provocar?

Na grande maioria das pessoas esta inflamação é insuficiente para causar qualquer sintoma ou doença, assim permanecendo por toda a vida. Em ínfima parcela da população, alguns indivíduos irão desenvolver doenças clínicas como a úlcera no estômago ou duodeno, ou mesmo, o câncer gástrico. É hoje reconhecido que mais de 95% das úlceras são causadas por esta bactéria e que seu tratamento é capaz de curar definitivamente a úlcera, impedindo novas crises ou complicações. Em relação com o câncer gástrico, a bactéria atua como um importante fator de risco para o seu desenvolvimento, sendo por isto considerada pela Organização Mundial da Saúde um carcinógeno do tipo 1 para o câncer do estômago (da mesma forma que o tabaco o é para o câncer de pulmão).


Úlceras Pépticas

A úlcera péptica é uma ferida na parede do estômago ou duodeno, é uma área focal do estômago ou duodeno que foi danificada pelo ácido gástrico e sucos digestivos, levando a uma perda do revestimento mucoso local, com uma certa profundidade (isto as diferencia das erosões, que são mais rasas)
CAUSAS
As úlceras pépticas são causadas por

1)Bactéria chamada Helicobacter pylori , ou abreviado H. pylori
2) Drogas anti-infalamatórias não esteróides (AINEs) como a aspirina    e ibuprofeno

Não, nem o estresse nem os alimentos condimentados causam úlcera. Mas eles podem tornar a úlcera pior (mais sintomas). As bebidas alcoólicas e o fumo também podem tornar as úlceras piores.

SINTOMAS

Quais são os sintomas das úlceras pépticas?

Uma dor em queimação na “boca do estômago” é o sintoma mais comum.
É sentida como aborrecida.
Vem e vai por uns poucos dias ou semanas.
Começa 2 a 3 horas após uma refeição.
Vem no meio da noite quando seu estômago está vazio geralmente melhora após comer

Outros sintomas são:

Perda de peso
Ter dor ao comer
vômitos

É importante ressaltar que a maioria dos sintomas acima não são exclusivos de doença ulcerosa – podendo ocorrer em outras condições e até mesmo na ausência de qualquer problema no estômago e odeno.

DIAGNÓSTICO

Como é feito o diagnóstico das úlceras pépticas?

Além dos dados de história clínica e exame físico, o exame mais comumente usado para o diagnóstico da doença ulcerosa é a endoscopia digestiva alta. Onde se faz o diagnóstico e realiza-se biópsias ,afim de ajudar no tratamento
TRATAMENTO

Como é o tratamento das úlceras pépticas?

As úlceras pépticas poderão piorar se não forem tratadas. Podem ser curadas. Os medicamentos para úlcera péptica são:
Inibidores da bomba de prótons ou bloqueadores dos receptores da histamina, para interromper a produção de ácido pelo seu estômago e
antibióticos para matar a bactéria.