Como funciona os procedimentos não cirúrgicos para emagrecimento

Existem muitos procedimentos não cirúrgicos, capazes de otimizarem o tratamento da obesidade. Proporcionando assim, aos pacientes, perda de peso, ganho de saúde e, consequentemente, qualidade de vida.

Mas, afinal de contas, quais são esses procedimentos e como eles funcionam?

 

Balão Intragástrico

A colocação do balão é feita sob visualização direta pelo aparelho de Endoscopia. É posicionado dentro do estômago. Posteriormente, após definido o volume desejado é desacoplada a sonda e retirada para o meio externo permanecendo o balão no interior do estômago.

Todo o procedimento é feito com sedação profunda sob acompanhamento do anestesista. O endoscopista ainda conta com uma técnica de enfermagem para auxiliar o procedimento. O tempo aproximado é de 15 minutos para a realização do procedimento.

Pode permanecer no estômago pelo período de 06 meses a 1 ano. Podendo ser removido a qualquer momento.

A colocação do balão gástrico é indicada para pacientes que tem IMC maior que 27 e que não obtiveram sucesso no controle clínico da obesidade e que não apresentam contraindicações clínicas para a realização do procedimento ou não querem realizar o procedimento cirúrgico.

 

Endoscopia Bariátrica ou banda gástrica ajustável

A banda gástrica ajustável é um tipo de cirurgia bariátrica que pode ser realizada por endoscopia, na qual é colocado um anel em volta do estômago, reduzindo assim sua capacidade de armazenamento de alimentos.

Com a diminuição do consumo calórico, o paciente pode perder até 40% do peso em excesso.

Esta cirurgia é rápida, o tempo de internamento é reduzido e a recuperação é menos dolorosa do que as restantes cirurgias bariátricas para emagrecer.

Geralmente, é indicada para indivíduos com IMC superior a 40 ou pessoas com IMC superior a 35 e com uma doença associada, como hipertensão ou diabetes tipo 2, por exemplo.

 

Bisturi de Argônio

Após as Cirurgias Bariátricas com maior componente restritivo, como na cirurgia de Bypass Gástrico pode acontecer o reganho de peso.

Geralmente, este reganho ocorre por aumento no diâmetro da passagem do alimento do pequeno estômago para o intestino. Uma alternativa para resolver este problema é a Aplicação de Plasma de Argônio.

O tratamento consiste em uma cauterização feita ao redor da passagem entre o estômago e o intestino, diminuindo o seu diâmetro, assim fazendo com que o paciente volte a ter saciedade e perder peso.

Este tratamento tem a vantagem de ter o custo baixo, e não tem necessidade de internação hospitalar.

O plasma de argônio é uma das melhores opções para quem fez a cirurgia bariátrica e voltou a ganhar peso, com sua aplicação e uma reeducação alimentar, a uma chance maior de conseguir perder peso novamente.

 

Gastroplastia Endoscópica

Se trata de um equipamento que é acoplado no aparelho de endoscopia, o mesmo usado para realizar o diagnóstico de úlceras e gastrites, possibilitando realizar suturas (pontos) por dentro do estômago.

Tem o objetivo de tubulização do estômago e consequentemente, diminuindo o seu tamanho. A Gastroplastia Endoscópica é realizada com uso de OverStitch tem sido realizado com sucesso, com baixo índice de complicações, se mostrando seguro.

É uma alternativa menos invasiva, pois requer a realização de endoscopia para o procedimento sem necessidade de cortes, com isso diminuindo muito a chance das complicações das cirurgias por videolaparoscopia e com recuperação mais rápida e retorno as atividades de trabalho.

Sem comentários

Comentar

Website Security Test